Blog

Europa é destino para criança, sim!

Claro que o passeio com crianças tem outro ritmo, e é preciso fazer uma programação contando com imprevistos, equilibrando o roteiro com atividades para que eles se divirtam.

Sempre acreditei que Europa era um destino para adultos e eu era do tipo que procurava dividir a programação de férias em uma “viagem casal” e outra em família. Há três anos, voltando de uma viagem para Espanha, comecei a contar para meus filhos que tinha visto um lagarto colorido gigante no meio de um parque, que o mesmo arquiteto que fez o lagarto construiu uma casa inspirado em dragões e cavaleiros medievais.

Quanto mais eu contava, mais os olhinhos deles brilhavam, até que ouvi: “Mamãe me leva para Barcelona?" Essa conversa não só me motivou a escrever a Coleção Vovô Conhece o Mundo, como definiu a Europa como um destino de férias para a viagem em família.

É claro que o passeio com crianças tem outro ritmo, e é preciso fazer uma programação contando com imprevistos, equilibrando o roteiro com atividades para que eles se divirtam. Lembro que quando fomos para Londres, um dos meus filhos não passou bem no primeiro dia da viagem, voltamos para o hotel e ele acabou dormindo horas, provavelmente de cansaço do voo e adaptação ao fuso horário.

Passeamos por lugares incríveis, mas, para que o dia fosse perfeito tinha que constar algumas horas no parque para correrem, juntar gravetos, jogarmos bola, fazermos piquenique e, sem pressa, curtir a cidade. Você também corre o risco de chegar no hotel, depois de conhecerem lugares maravilhosos, e eles dizerem que o mais legal do dia foi jogar bola no parque!

Durante a viagem é normal eles tratarem tudo de forma natural e muitas vezes não demonstrarem nenhum encantamento. Mas na volta, eles nos surpreendem quando observamos eles contarem com detalhes para os amigos e familiares tudo que viram e aprenderam. Eu já ouvi meus filhos contando que “conhecemos um meridiano que chama Greenwich, sabe aquela linha que divide o mundo em duas partes?”, também ouvi eles contarem que “antigamente as pessoas eram pequenas e que Rembrandt pintou um quadro irado de um médico que está mostrando para seus alunos como é um braço por dentro… e o mais engraçado é que a cozinheira dele dormia na cozinha!”

Quando viajar, chame a atenção das crianças para algo que enriqueça seu conhecimento e repertório, pode ser um quadro, uma beleza natural, não importa! Encontre formas de despertar neles o interesse em aprender sobre “coisas que podem parecer chatas” de forma lúdica e divertida. Pode ser uma caça às principais obras de um museu, por exemplo.

Viagem de férias não é custo, e sim investimento! Eu já programei minhas próximas férias… e você? Já escolheu seu próximo destino?

Autora Fernanda Braz

               

1 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são obrigatórios!

Adriana Veronez

Excelente artigo. Objetivo e direto.

 

Resposta:

Muito obrigada!!! Fico feliz que tenha gostado. Bjs

Curta, siga e acesse:

Agradecimentos:
Agradeço meus pais Delma Melro Braz e Manuel Castelão Braz por tudo que fizeram por mim, meus amados filhos Pedro Henrique e Rafael por serem minha inspiração, meu marido Marcelo Martins pelo apoio de sempre, minha família e queridos amigos, e meus parceiros da Callis Editora e da Animar Estúdio.

Fernanda Braz · 2016 © Todos os direitos reservados