Blog

Porque vale a pena retornar a Disney

Disney virou sinônimo de férias, família e diversão, e quando alguém fala que vai para “Disney”, quer dizer que visitará vários parques, restaurantes, shoppings e fará muitos passeios, dentro e fora do complexo Disney.

Sempre que posso, retorno, e antes que você  pense que não faz sentido ir sempre para o mesmo lugar, eu explico...

1. Muitos caminhos levam a “Disney”

Tem uma fase, que “Disney” é o destino preferido da família. E acredite que é possível diversificar sem cair na mesmice. Lembre-se que existem parques em vários lugares do mundo. Você pode fazer uma viagem muito bacana para Califórnia e ir na Disney, Universal, Sea World e Lego. Se for a Europa, lembre-se que na França tem a Disneyland Paris e próximo a Londres os Estúdios do Harry Potter. Mas se nas próximas férias você quer mesmo ir para praia e curtir um sol... sugiro fazer uma escala na Flórida. Orlando combina com Cancun e Caribe, porque além de pertinho você aproveita o custo da passagem. Sempre que possível, incluo parques no meu roteiro, porque são dias que todos se divertem muito criando a memória afetiva que viajar com a família é sempre muito bom!

Ruínas de Chichén Itzá (aproximadamente 215 Km de Cancun), Mexico (2017) 

2. “Disney” combina com magia e superação

A primeira vez que fui a Disney tinha 15 anos e viajei com um grupo que fez intercâmbio para os Estados Unidos, lembro que gostei, mas o melhor ainda estava por vir. A segunda vez que visitei os parques, levei meus filhos que na época tinham 3 e 5 anos e nessa fase a magia toma conta. Com 3 anos eles acreditam que todos os personagens são de verdade e mesmo que eles não possam ir em muitos brinquedos a viagem é muito especial. Um pouquinho maiores eles acreditam que os personagens que vão nas festas infantis são de mentira, mas os que moram na Disney são de verdade, e olhar a carinha deles conversando com o Mickey, super heróis e personagens dos desenhos não tem preço. As crianças crescem e as coisas continuam melhorando... não faz muito tempo um dos meus filhos paralisou na fila de uma montanha russa e disse simplesmente que não ía. Pois bem, eu agachei para ficar na altura dele, olhei no fundo dos seus olhos, segurei sua mão e disse: “eu também estou com medo, mas só vamos saber se gostamos ou não de montanha russa se tentarmos”, para nossa surpresa, assim que o brinquedo parou ele gritou: “de novo!”, se você identificar que o desafio está na medida certa, incentive seu filho a experimentar, mesmo que ele fale que está com medo e não queira ir.

Depois da superação, tudo vira diversão...

3. Viagem é sinônimo de aprendizado

Não importa o destino, sempre chame a atenção do seu filho para algo diferente. Dependendo do lugar, pode ser uma obra de arte, a natureza, um estilo de vida... vá sempre ao supermercado, incentive a família a comer coisas diferentes e ensine desde cedo que o diferente não significa ruim. Isso cria indivíduos tolerantes e os prepara melhor para as diversidades do mundo. Se estiver em Orlando, curta com seu filho o Spaceship Earth do Epcot, o brinquedo da bola conta a história do mundo de uma maneira incrível e você ainda cria um filme da sua vida no futuro. Outra sugestão é dedicar um dia para ir ao Cabo Canaveral e visitar a NASA, é um passeio que vale muito a pena, ver naves espaciais, astronautas e reviver a chegada do homem na lua é imperdível.

Nasa, Cabo Canaveral, FL (2015)

4. Não viva sua experiência através das câmeras

A primeira vez que fiz uma viagem internacional com meus filhos, eu queria filmar e fotografar tudo para que eles tivessem uma boa recordação. Até que para felicidade do destino, em uma das fotos instantâneas que são tiradas em alguns brinquedos, a família saiu na fotografia se divertindo e eu com a máquina fotográfica na mão! Aquilo fez com que eu me sentisse tão mal, que aprendi a duras penas que o objetivo da viagem é aproveitar e não registrar. É lógico que é importante tirar algumas fotos, mas o principal é curtir o momento sem se preocupar em registrar tudo para postar nas redes sociais como sua viagem está sendo incrível. Faça a seguinte experiência: guarde o celular no bolso na hora da apresentação dos fogos antes do fechamento dos parques e viva esse momento... isso sim é mágico! Os fogos do Magic Kingdom sempre me deixam com vontade de voltar... é emocionante.

A foto que me ensinou o que é realmente importante (2013)

Viajar estreita os laços familiares criando memórias inesquecíveis, e o destino “Disney” para mim é sinônimo de família e muita diversão.

Se não puder viajar agora, lembre-se que as férias de julho estão chegando!

Programe-se e faça uma ótima viagem.

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são obrigatórios!

Curta, siga e acesse:

Agradecimentos:
Agradeço meus pais Delma Melro Braz e Manuel Castelão Braz por tudo que fizeram por mim, meus amados filhos Pedro Henrique e Rafael por serem minha inspiração, meu marido Marcelo Martins pelo apoio de sempre, minha família e queridos amigos, e meus parceiros da Callis Editora e da Animar Estúdio.

Fernanda Braz · 2016 © Todos os direitos reservados